Organização do Trabalho Pedagógico Escolar
Disciplinas e Áreas
Celem
Biblioteca
Publicações Órgãos Colegiados da Escola Destaques da Educação Bartolomeu Notícias Espaço da Escola Espaço dos Educandos Concursos, Cursos e Eventos Boletim Escolar Matrículas e Resultados Informática, Tecnologias e Downloads Dicas de Trânsito Prestação de Contas Fale Conosco Mural de Recados Procuro você Utilidade Pública

Quantidade de Páginas visitadas





- FIQUE LIGADO -

- - -

- Gasolina - - - Oxidação - - - Isomeria -

- Petróleo - - - Aldeídos e Cetonas -

- Elemento Químico - - - Cinética Química -


- Gasolina -

A gasolina é um combustível derivado de um óleo bruto, o petróleo. Altamente inflamável e de uso cotidiano, ela move o mundo.

A gasolina é uma mistura de hidrocarbonetos. O número de carbonos na molécula de gasolina por cadeia é de 7 a 11.

Os antidetonantes, quando adicionados à gasolina tem a função de aumentar a octanagem do combustível e evitar a explosão antes da faísca da vela, no motor.

O índice de octanos é o que expressa a qualidade da gasolina.

Em relação ao ponto de ebulição da água, a temperatura de ebulição da gasolina é menor.

Monóxido de carbono é o gás tóxico que é produzido pela queima da gasolina nos motores dos automóveis.

-  -


- Oxidação -

Tema da química orgânica, a oxidação, em geral, se refere a reações com o oxigênio. O termo oxidação também passou a significar o aumento do número de oxidação de um elemento.

Alimentos e bebidas sofrem oxidação, um exemplo é o suco de laranja natural, que sofre a oxidação quando exposto num copo ao ar livre, assim seu gosto pode ficar alterado.

A função dos antioxidantes nos alimentos industrializados é impedir ou retardar a oxidação dos alimentos.

Um salgadinho fica com gosto ruim no processo químico de rancificação, ele fica rançoso, no caso. Isso se deve à oxidação das ligações duplas presentes nas moléculas de óleo do salgadinho e porque o salgadinho foi oxidado pela ação do oxigênio atmosférico.

Vinho que azeda produz vinagre porque o etanol do vinho reage com o oxigênio do ar e transforma-se em ácido acético.

Em uma reação de óxido-redução, o reagente que contém o elemento que se oxida é o agente redutor.

A oxidação ou corrosão de um portão de ferro produz ferrugem.

-  -


- Isomeria -

Grande parte das substâncias orgânicas apresenta a propriedade da isomeria.

Isomeria de cadeia é um tipo de isomeria plana. Isomeria ótica e geométrica são do tipo isomeria espacial.

Isômeros - na química orgânica são dois ou mais compostos diferentes que possuem a mesma fórmula molecular.

Os isômeros que não são diferenciáveis por meio da fórmula estrutural plana recebem o nome de Espaciais.

São exemplos de isômeros que convivem em equilíbrio, no fenômeno chamado de tautomeria: Aldeído e enol, Cetona e enol.

Na comparação de álcoois com éteres, pode ser encontrada a isomeria de função.

Cis e trans são prefixos que identificam os isômeros geométricos em compostos com ligação dupla.

-  -


- Petróleo

- a energia líquida -

O petróleo dá origem a combustíveis, lubrificantes e plásticos.

O petróleo bruto é um combustível fóssil, formado pelo processo de decomposição de matéria orgânica, restos vegetais, algas, alguns tipos de plâncton e restos de animais marinhos.

O petróleo bruto pode apresentar cores diferentes - de preto a muito claro.

Em média há 14% de hidrogênio no petróleo; oxigênio e nitrogênio representam menos de 1%.

O refino de petróleo se baseia em diferença dos pontos de ebulição. As cadeias de hidrocarbonetos de diferentes tamanhos têm pontos de ebulição que vão aumentando progressivamente, o que possibilita separá-las através do processo de destilação.

A faixa de ebulição da gasolina é de 40° C a 205°.

No processamento químico do petróleo se empregam a alquilação, o craqueamento e a reforma.

Chama-se reforma a combinação de hidrocarbonetos menores para formar cadeias mais longas.

Numa refinaria, a coluna de ácido sulfúrico remove hidrocarbonetos insaturados (os que possuem ligações duplas carbono-carbono), compostos de nitrogênio, compostos de oxigênio e sólidos residuais (alcatrão, asfalto).

-  - 


- Aldeídos e Cetonas -

Aldeídos e cetonas são classes funcionais na química orgânica. As classes funcionais são conjuntos de substâncias semelhantes na fórmula estrutural e nas propriedades químicas.

Etanal é aldeído? Propanona é cetona?

Formol é um aldeído qu é usado em laboratórios para conservar tecidos de animais e de corpos humanos.

(-CHO) - Abreviatura para o grupo aldoxila, também chamado de formila.

Usado nas indústrias de perfumes e alimentos, o benzaldeído é também conhecido como óleo de amêndoas amargas.

As cetonas, no conjunto dos compostos orgânicos, são compostos que apresentam o grupo carbonila (C=O) posicionado entre dois carbonos.

O odor adocicado é a característica principal do chamado hálito cetônico.

-  -


- Elemento Químico -

Na Idade Média, quando poucos elementos químicos eram conhecidos, o latim definia nomes e símbolos. Por exemplo o 'Aurum' (ouro - Au) e o 'Argentum' (prata - Ag). Deuses, planetas e sobrenome dos descobridores também batizam a tabela periódica.

Cúrio - elemento químico de reverência à cientista Marie Curie.

Einstênio - elemento químico que homenageia no nome o físico alemão Albert Einstein.

Mercúrio - deus mitológico de rápidos movimentos que dá nome a um metal líquido, o 'Mercúrio'.

No mesmo período (linha horizontal), na tabela periódica, se localizam os elementos químicos 'Urânio', 'Netúnio' e 'Plutônio', que têm os números atômicos 92, 93 e 94, respectivamente.

Os nomes dos elementos químicos 'Califórnio' e 'Polônio' homenageiam lugares.

Elemento Químico - conjunto de átomos que possuem um mesmo número atômico. 

-  - 


- Cinética Química -

Cinética Química - é o estudo da velocidade das reações químicas. Elas dependem de fatores como temperatura, pressão, estado físico e, claro, das características dos reagentes.

Síntese - reação química que apresenta dois ou mais reagentes e apenas um produto final. A combustão do enxofre, por exemplo.

O aumento da temperatura, o aumento da pressão e a concentração dos reagentes, são fatores que ajudam a acelerar uma reação química.

Em contato com a água, uma pastilha de antiácido tem reação mais lenta do que um antiácido em pó, pois a superfície de contato da pastilha com a água é menor.

Gasoso -  é o estado físico dos reagentes que proporciona reações químicas mais rápidas, nas mesmas condições de temperatura e pressão.

Um catalisador diminui a energia de ativação das moléculas, tornando a reação química mais rápida.

Energia de ativação é a energia que separa as moléculas.

-  -



- Página Inicial - - - Química -





















Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito