Organização do Trabalho Pedagógico Escolar
Disciplinas e Áreas
Celem
Biblioteca
Publicações Órgãos Colegiados da Escola Destaques da Educação Bartolomeu Notícias Espaço da Escola Espaço dos Educandos Concursos, Cursos e Eventos Boletim Escolar Matrículas e Resultados Informática, Tecnologias e Downloads Dicas de Trânsito Prestação de Contas Fale Conosco Mural de Recados Procuro você Utilidade Pública

Quantidade de Páginas visitadas





- FIQUE LIGADO -

- - -

- Trovadorismo -

- Português - nossa língua -

- Vírgula - - - Aumentativos - - -

Versos - - - Orações Subordinadas -

- Em uma oração, podemos usar a vírgula antes da conjunção "e"? -

- Coletivos - - - Palavras Homônimas -



- Trovadorismo -

A literatura portuguesa começou a nascer embalada em música, com o Trovadorismo. Cantigas, poemas, crônicas e novelas de cavalaria são manifestações desta arte pioneira que fala de amor, de guerras e de religião.

A Idade Média é o período histórico que surgiu e se desenvolveu o Trovadorismo.

Cantiga da Guarvaia ou da Ribeirinha é o título do primeiro registro poético em língua galaico-portuguesa.

Cantigas Líricas falam de amor, de amigo, de ausência.

Cantigas Satíricas são cantigas de humor e criticam os comportamentos sociais.

O Rei Dom Dinis, nascido em Lisboa em 1261, foi poeta, trovador e ainda fundador da Universidade de Coimbra.

No plano econômico, da produção e consumo de bens, os trovadores são artistas contemporâneos do Feudalismo.

-  -



- Português - nossa língua -
 
A língua falada e escrita dá identidade a uma comunidade: pode ser um país, um grupo de países, uma região do país. O dia 21 de maio é o Dia da Língua Nacional.

Península Ibérica - parte do mundo que a língua portuguesa nasceu e se desenvolveu.

Os Lusíadas, de Luís de Camões foi a primeira obra a ser em língua portuguesa.

Romanço ou Romance - período na história da língua portuguesa onde houve uma fase de transição, de vários dialetos falados 'à maneira dos romanos'.

Latim - língua antiga que deu origem ao português.

A língua portuguesa fez a transição entre a fase arcaica e a moderna entre os séculos 14 e 16, é o período do 'português médio', posterior ao 'galego-português'.

No Brasil, o tupi dos indígenas e o iorubá dos escravos, foram as primeiras línguas a transformar o português trazido pelos colonizadores.

-  -


- Vírgula -

A vírgula é uma das marcas de pausa na língua portuguesa. Ela separa elementos de uma oração e também orações de um período.

"Abelardo, vá dormir na sua casinha!" - nesta frase é usada a vírgula para isolar o vocativo (Abelardo).

Isolamos entre vírgulas, no meio das frases, expressões como 'a saber', 'aliás', 'ou seja', porque estas são expressões explicativas. Exemplo: "Aquela visita, aliás, fez bem para você".

"Diante de nossos olhos, a Baía de Guanabara." - nesta frase a vírgula indica a elipse de um elemento da oração.

-  -


- Aumentativos -

Aumentativos Sintéticos dos Substantivos

No tenor italiano, o vozeirão combinava com o corpanzil. Uma mesa grande é mesona, um cachorro gigantesco é um cachorrão.

Vagalhão é aumentativo de onda. Canzarrão é de cão. Gatázio de gato. Copázio de copo.

Numa pizzaria, um forno a lenha que é reformado e amplia significativamente a área para as pizzas para a ser uma fornalha.

-  -


- Versos -

Os versos regulares seguem regras clássicas da métrica. Na língua portuguesa, contam-se as sílabas métricas ou poéticas dos versos. Cada verso do poema pode ter de uma a 12 sílabas.

'Foge, bicho/ Foge, povo/ Passa ponte/ Passa poste/ Passa pasto/ Passa boi', versos de Manuel Bandeira, tem um total de três sílabas, pois em cada verso, as sílabas são contadas até a última sílaba tônica.

Os Lusíadas, de Luís de Camões, é um poema épico português que tem decassílabos (versos de dez sílabas) como versos dominantes.

12 é o número de sílabas que possuem os versos alexandrinos. Exemplo: 'O amor é sempre o vinho enérgico, irritante...'.

Redondilha menor é o nome popular do pentassílabo, o verso de cinco sílabas.

Na Grécia Antiga, o segmento de verso com uma sílaba longa e duas sílabas breves era chamado de Pé dátilo.

Cadência é o que se chama, dentro do verso, a alternância entre sílabas fortes e sílabas fracas.

-  -


- Orações Subordinadas -

Como o próprio nome já diz, as orações subordinadas se subordinam a outras, dependem de outras. Elas não têm vida autônoma na gramática.

Exemplo - "Se ferradura desse sorte, cavalo magro não puxava carroça."

As orações subordinadas podem ser substantivas, adjetivas ou adverbiais, porque as funções que elas exercem no período composto equivalem a substantivos, adjetivos e advérbios da oração.

No período composto "Madonna, cujos discos você coleciona, conheceu o Carnaval no Brasil", a oração subordinada adjetiva é "cujos discos você coleciona".

Exemplo de oração subordinada substantiva objetiva indireta: "Ela me incentivou a prestar o concurso público."

As orações subordinadas adjetivas podem ser dee dois tipos, restritivas ou explicativas.

-  -

- Em uma oração, podemos usar a vírgula antes da conjunção "e"? -

A vírgula pode ser empregada em ambos os casos, em diferentes contextos. Quando temos dois sujeitos diferentes na oração, podemos usar a vírgula, embora ela seja facultativa. É o que ocorre no exemplo a seguir:

"Todos foram à festa, e ela ficou muito feliz".

A vírgula também é recomendável quando a frase sugere algum tipo de ambiguidade, como no caso:

"As autoras ganharam muitos aplausos, e vários livros foram autografados".

Nesse trecho, se tirarmos a vírgula, pode-se pensar que as autoras ganharam muitos aplausos e também ganharam livros. A vírgula antes do "e" deve ser empregada, ainda, quando a conjunção liga elementos numa enumeração. Um exemplo é a oração:

"E chora, e ri, e vem, e abraça..."

Após a conjunção, a vírgula ocorre com frequência, de acordo com a construção dos períodos e das orações. Ela é empregada sempre que há uma intercalação de ideias, como acontece, por exemplo, nas expressões circunstanciais de tempo, modo, lugar etc. Algumas situações em que a vírgula é admitida:

"Eles estiveram no casamento de Eva e, muito felizes, viram a noiva chorar",
"João Augusto a viu e, emocionado, a cumprimentou" e,
"Todos vão à colação de grau e, talvez, ao baile". 

- Fonte - Nova Escola -

-  -

- Coletivos -

Um grupo de heróis forma uma falange.

Trouxa é coletivo de roupas para lavar.

A mãe trouxe a prole para curtir a piscina no feriadão.

Clero é coletivo de padres. Concílio de bispos.

Junta é o coletivo que serve ao mesmo tempo para médicos e bois.

-  -


- Palavras Homônimas -

"A decisão da Justiça cassou o mandato do deputado". "Ele caça faisões na França". Os verbos cassar e caçar são homônimos da língua portuguesa.

Homônimos perfeitos: Palavras que têm grafia e pronúncia idênticas. Ex.: São Pantaleão; Ele agora está são, felizmente.

Homônimos homófonos: Palavras com pronúncia igual e grafia diferente. Ex.: concerto (show) e conserto (arrumação).

Nomes completos de pessoas também podem ter homônimos.

-  -


- Página Inicial - - - Português -





















Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito