Organização do Trabalho Pedagógico Escolar
Disciplinas e Áreas
Celem
Biblioteca
Publicações Órgãos Colegiados da Escola Destaques da Educação Bartolomeu Notícias Espaço da Escola Espaço dos Educandos Concursos, Cursos e Eventos Boletim Escolar Matrículas e Resultados Informática, Tecnologias e Downloads Dicas de Trânsito Prestação de Contas Fale Conosco Mural de Recados Procuro você Utilidade Pública

Quantidade de Páginas visitadas





- MATEMÁTICA de LOUCO -
 + - x ± √ ≠ ∞ ∫ ‹

- - - A Evolução do Ensino - - -

- - - Teste de Matemática Maluco - - - Motivação para a Matemática - - -

- - - Vejam só que matemática interessante - - -


A EVOLUÇÃO DO ENSINO...

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia... havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas. Tinha-se respeito pelos pais, tios, avós, pelas pessoas mais velhas / experientes... cultivava-se a família e os amigos eram verdadeiros.

Hoje as crianças e os adolescentes primeiramente tem que saber o que é cidadania na ótica comunista, sexo seguro com todos os apetrechos eróticos que tem direito, igualdade racial, social, etc, português, matemática e geografia ficaram em segundo plano diante da sociologia e da filosofia.

Quanta diferença!

Relato de uma Professora de Matemática:

“Semana passada comprei um produto que custou R$ 1,58. Dei à balconista R$ 2,00 e peguei na minha bolsa 8 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer. Tentei explicar que ela tinha que me dar 50 centavos de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.”

Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por CR$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda . Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por CR$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou CR$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por CR$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é CR$ 80,00. Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

5. Ensino de matemática em 2000:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.

Está certo? ( )SIM ( ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2012:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

7. Em 2020 vai ser assim:

Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.

OBS: Se você é negro, pardo, indígena ou está no sistema de cotas, não precisa responder.

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00 

- Topo -

+ - x ± √ ≠ ∞ ∫ ‹


Teste de Matemática Maluco
 Três loucos vão fazer o exame mensal para ver se já podem receber altas.
O médico pergunta ao primeiro deles: - Quanto é dois mais dois?
- 72 - responde ele.
O doutor balança a cabeça como quem diz "Esse não tem mais jeito" e virando-se para o segundo, repete a pergunta: - Quanto é dois mais dois?
- Terça-feira - responde o segundo.
Desanimado, o médico vira-se para o terceiro louco: - Quanto é dois mais dois?
- Quatro, doutor! - responde ele, com firmeza.
- Parabéns, você acertou! Mas como você chegou a essa conclusão?
- Foi fácil! Baseei-me nas respostas dos meus amigos: 72 menos terça-feira dá 4!
 rsrsrsrsrssrsrsrsr
Início
+ - x ± √ ≠ ∞ ∫ ‹

 
Motivação para a Matemática
 Joãozinho estava indo muito mal em Matemática.
Os pais já haviam tentado de tudo: aulas particulares, brinquedos educativos, centros especializados, terapia, nada adiantou.
Então ouviram dizer que havia uma escola de freiras no bairro que era muito boa e resolveram fazer mais uma tentativa.
No primeiro dia, Joãozinho voltou para casa com uma cara muito séria e foi direto para o quarto, sem nem mesmo cumprimentar a mãe. Ele sentou-se e estudou, estudou sem parar.
A mãe chamou-o para jantar. Ele jantou correndo e voltou imediatamente aos estudos. A mãe nem acreditava!
Isso durava já algumas semanas. Um dia, Joãozinho voltou para casa com o boletim e entregou para a mãe: nota 10 em Matemática!
A mãe não aguentou e perguntou: - Filho me diz o que é que te fez mudar desta maneira? Foram as freiras? Joãozinho balança a cabeça negativamente. - O que foi então? - insiste a mãe - Foram os livros, a disciplina, a estrutura de ensino, o uniforme, os colegas, O QUE É QUE FOI?
Joãozinho olhou para a mãe e explicou: - No primeiro dia de aula, quando eu vi aquele cara pregado no sinal de mais, eu vi logo que as freiras não estavam a brincando!
rsrsrsrsrssrsrsrsr
Início
+ - x ± √ ≠ ∞ ∫ ‹


Vejam só que matemática interessante
Maio de 2009, numa cidade litorânea do RS, muito frio e mar agitado, a cidade parece deserta...
Os habitantes, endividados e vivendo as custas de crédito. Por sorte chega um viajante rico e entra num pequeno hotel.
O mesmo saca duas notas de R$ 100,00, põe no balcão e pede para ver um  quarto.
Enquanto o viajante vê o quarto, o gerente do hotel sai correndo com as duas  notas e vai até o açougue pagar suas dívidas com o açougueiro.
Este, pega as duas notas e vai até um criador de suínos a quem deve e paga tudo.
O criador, por sua vez, pega também as duas  notas e corre ao veterinário para liquidar sua dívida.
O veterinário, com a duas notas em mãos, vai até ao vendedor de dvd piratas pagar o que devia a
um vendedor ambulante.
O vendedor ambulante sai com o dinheiro em direção ao hotel, lugar onde, as  vezes, pernoitava e que ultimamente não havia pago pelas acomodações, e paga a conta.
Nesse momento, o gringo chega novamente ao balcão, pede as duas notas de volta, agradece e diz não ser o que esperava e sai do hotel e da  cidade.
Ninguém ganhou nenhum vintém, porém agora toda a cidade vive sem dívidas e com o crédito restaurado, e começa a ver o futuro com confiança!

MORAL DA HISTÓRIA: Quando o dinheiro circula, não há crise!!!
 rsrsrsrsrssrsrsrsr
Início



- Página Inicial - - - Rir ou Chorar -





















Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito